PiMed

Matérias

Gostei

Lúpus Eritematoso Sistêmico

O lúpus eritematoso sistêmico, normalmente conhecido como lúpus, é uma doença autoimune que pode afetar diversos órgãos e tecidos do corpo. O lúpus acomete principalmente pele, articulações, rins e cérebro. Conheça um pouco mais sobre uma das principais doenças autoimunes existentes.

Lúpus Eritematoso Sistêmico (Les)

O lúpus eritematoso sistêmico, normalmente conhecido como lúpus, é uma doença autoimune que pode afetar diversos órgãos e tecidos do corpo. O lúpus acomete principalmente pele, articulações, rins e cérebro.

As doenças autoimunes decorrem de uma falha no sistema imunológico, este sistema de defesa do nosso corpo começa a produzir “soldados” que atacarão tecidos saudáveis por engano.

O Lúpus Eritematoso é uma das principais doenças autoimunes existentes dentro de um universo que passa de 80 doenças autoimunes conhecidas.

A Inflamação

 

O paciente com Lúpus normalmente apresenta uma tríade de sintomas que não são tomados como critérios de diagnóstico somente para o lúpus, mas deve fazer parte de um sistema de alerta para toda pessoa e profissional que se depare com esses sintomas: Fadiga, Febre e Emagrecimento.

A inflamação pode afetar diversas partes do corpo, comprometendo vários órgãos e sistemas, mas em algumas pessoas pode ficar restrito a alguma região específica, como por exemplo, a pele.

Algumas pessoas com lúpus discoide, o tipo que se restringe especificamente a pele, podem evoluir para a forma sistêmica, essa é a principal razão de modular o processo inflamatório em todo paciente portador.

Os sintomas causados por este tipo da doença dependem do local da inflamação como rins, coração, pulmões e até ao sangue, além das lesões cutâneas e às articulações.

Perceba que em cada local ele terá um nome diferente, mas a terminação sempre será em “ite” que na linguagem médica determina inflamação.

  • Pele: Dermatite
  • Articulações: Artrite
  • Pulmão: Pneumonite
  • Rins: Glomerulonefrites
  • Vasos: Vasculites
  • Coração: Miocardite
  • Membranas Serosas: Serosites

Principais Áreas Envolvidas Por Estágio Clínico

 

O Lúpus normalmente acomete os pacientes de forma progressiva e cumulativa, nem sempre todos os tecidos citados estão envolvidos, mas didaticamente podemos usar essa forma de abordagem clínica em relação a agressividade do lúpus em cada indivíduo.

  • Lúpus Brando
    • Pele
    • Articulações
    • Membranas Serosas
  • Lúpus Moderado
    • Células Sanguíneas
    • Rins
  • Lúpus Grave
    • Sistema Nervoso Central

Causa & Origem

O lúpus ocorre quando o sistema imunológico, nosso sistema de defesa do corpo, ataca e destrói alguns tecidos saudáveis. Não se sabe exatamente o que causa esse comportamento anormal, mas pesquisas indicam que a doença seja resultado de uma combinação de fatores, como genética, meio ambiente.

Atualmente existe uma corrente de estudo, com a qual simpatizo fortemente, que defende a relação das bactérias comensais no trato gastrointestinal (a microbiota intestinal) influenciando o desenvolvimento de autoimunidade em modelos de roedores. Assim como os roedores, os humanos têm co-evoluído com comensais por milênios, é provável que as pessoas, que são geneticamente predispostas à autoimunidade, tenham em sua microbiota um fator que influencia no aparecimento e / ou gravidade da doença. 

As principais literaturas continuam relacionando o Lúpus principalmente aos seguintes fatores:

  1. Luz Ultravioleta
  2. Homônimos Sexuais
  3. Medicamentos

Principais Fatores De Risco

  • Prioritária no sexo feminino
  • Faixa de idade: 15 e os 40 anos, apesar de poder surgir em todas as idades
  • Etnia: Afro-americanas, Hispânicas e Asiáticas

Principas Sintomas

 

Os sintomas no lúpus podem ser súbitos ou de lenta evolução. Quando pensamos em relação à duração e intensidade, podem ser moderados ou graves, temporários ou permanentes. Estatisticamente, a maioria dos pacientes apresenta sintomas moderados e esporádicos, ou seja, com períodos de crise.

Inicialmente o paciente apresenta a tríade de febre, emagrecimento e dores articulares. Outros sintomas e sinais também podem estar associados: Rigidez muscular, Lesões de pele (principalmente quando exposta ao sol), dificuldade para respirar, dor ao respirar profundamente e muitos outros fatores.

Dica

Sempre que surgirem manchas vermelhas em seu rosto busque seu médico. Essas podem ser um sinal de rash cutâneo, principalmente se ocorrerem após exposição solar.

Durante a consulta tente listar todos os seus sintomas minunciosamente para facilitar o processo de investigação da doença.

Autor(es):
Dr. Juliano Pimentel

 

ÚltimasMatérias